O QUE É ?

    

2010 - Festival de Cultura Colaborativa, com foco em arte, ativismo e processos coletivos de trabalho e criação.

Cultura Colaborativa baseia-se no conceito de que o fazer criativo se dá pela informação e conhecimento livre e compartilhado. Trata-se de um encontro aberto e participativo, que articula e agrega diferentes profissionais que trabalham com novas metodologias, processos coletivos de criação e/ou iniciativas culturais colaborativas atuantes nas cinco regiões brasileiras e no exterior. O Reverberações agrega princípios como: colaboração, autogestão, autonomia e inter-independência na produção atual das artes visuais e cultura brasileira. Isso prevê a arte também em relacionamento com a ecologia, política, questões sociais e de trabalho, entre outros. 

REVERBERAÇÕES acontece a cada 2 anos desde 2004!  

  

2008 – Reverberações é um festival cultural independente e gratuito que desde 2004 conecta os principais coletivos de arte, artistas, produtores culturais, pesquisadores, ativistas e pensadores de diferentes regiões do país e do exterior.  Com o tema Processos Colaborativos e Dinâmicas Coletivas, a terceira edição do evento se propõe a questionar e estabelecer novos princípios de colaboração, cooperação, autogestão, autonomia e inter-independência na produção atual da arte brasileira e isso prevê a arte também em relacionamento como a ecologia, política, questões sociais e de trabalho, com a mídia e etc.  Em 2008 os Encontros Participativos do Reverberações assumem um formato imersivo que se apropriam de novas técnicas de dinâmicas coletivas para obtenção de mais qualidade nas trocas, debates e na objetividade dos resultados.  As oficinas e conferências possuem representante do INTERMEDIÆ (Madrid – Espanha) além dos brasileiros. Os eventos se dividem entre as instalações dos do Centro Cultural da Espanha em São Paulo/AECID e a Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cultura de Paz (UMAPAZ), que apóiam institucionalmente o Reverberações 2008.  

  

   

  

  

  

  

  

  

  

  

  

  

2006 – Reverberações tornou-se um festival que integrou diversas iniciativas independentes que estavam acontecendo no Brasil naquele momento. Agregou representações de quase todos os estados brasileiros e participações da França e Argentina. Realizou o I FÓRUM CORO. Foi contemplado com o premio “Cultura e Pensamento”, programa do MinC, em Lógicas e alternativas para as dinâmicas culturais no centro da economia e da sociedade, para o seminário Ritmos da Urgência. 

  

  

  

  

  


 

 

2004 – Reverberações gerou o primeiro encontro nacional de artistas que trabalham com processos coletivos de criação e arte. Agregou representantes das cinco regiões do Brasil com mais de 50 convidados focados na realização de ações pela cidade. Seguindo o sentido de união e compartilhamento coletivo, o projeto REVERBERAÇÕES estabeleceu parceria com outro projeto, o ‘Fiteiro Cultural’ da artista Fabiana de Barros e o aparelho publico “Poupa Tempo”. Integrando a Mostra SESC de Artes e o Fórum Cultural Mundial.